A História da plataforma Mobile

Este post é para os mais jovens ou para aqueles que querem refrescar a memória e entender ainda melhor parte da história da saga "Mobile" de grandes companhias que marcaram e mudaram nossas vidas para melhor e como esta história impacta no novo produto da Microsoft, o Windows Phone 7.

Dependendo da sua idade e experiência, você deve ter uma opinião específica sobre o tema. Mas neste post, trarei alguns fatos que permitam com que você mesmo tire suas conclusões.

Era uma vez.. o Pocket PC.

Em 2000 este device Microsoft virou uma febre. Com foco para atender aqueles que desejavam estar sempre aptos ao trabalho e produtivos nas tarefas do dia a dia.

Este post não é específico Microsoft, então vamos olhar um pouco para os lados, e falando em Pocket PC, obrigatoriamente precisamos citar seu principal concorrente, o grande Palm.

Enquanto o primeiro possuía o Windows CE como sistema operacional, o Palm possuía um exclusivo OS chamado Palm OS.

Embora muitos acharem a plataforma da Microsoft "fechada", diferente do Palm OS, o Windows CE não era exclusivo de um único fabricante. Casio, HP, Dell, Compaq.. muitas empresas só puderam vender seus hardwares porque a Microsoft cobria a demanda do software, e vice-versa.

Os ainda mais populares foram os modelos Casio Cassiopeia e HP Jornada.

Fiz questão de colocar a foto para dar evidencia a mais um ponto importante.. Estes 2 fizeram parte dos responsáveis por tornar popular o formato landscape nos devices de bolso. Grandes heróis da história da portabilidade.

Estes dois foram progenitores da maioria das coisas que você tem contato hoje em termos de hand-sized.

Smarthphone? Este termo só viria alguns anos depois..

Agora mais um passo para trás.. pois o início desta saga não começou em 2000.

Em 1994 havia o Windows CE 1.0 , e se agora você pensa "Pô Caverna.. pra que ir tão longe??.." continuando a leitura você entenderá porque é tão importante falar do Windows CE e qual é o impacto dele HOJE no mercado.

O Windows CE é o CORE do sistema operacional. Se ele utiliza ícones ou tiles, janelas ou panoramas, isto não faz a menor diferença para este núcleo. O core de um sistema operacional possui responsabilidades que vão além da interface, desde o gerenciamento do hardware como tela, bateria, memoria, antena, teclado.. até fornecer pontes para que o software produzido por terceiros possa também gerenciar em partes o hardware, o que é possível através de API's (Application Programming Interface)

Fomos para 1994 para você ter consciência do nascimento do Windows CE. Já em 1980, falaremos de inovação. Estranho voltar no tempo e falar de inovação? Nem um pouco..

iPhone. Falou em inovação, o iPhone vem em sua mente? Então você precisa saber de algo ainda mais inovador e genial que foi seu antecessor, e não, eu não estou falando do iPod.

Esta ideia genial que estou citando não veio da Apple e sim da Sony. (por esta você não esperava)

Por que Sony? Horas.. Já ouviu falar no Walkman?

 

A onda de inovação (já em 1979) foi tão forte, que do mesmo modo que no Brasil, marcas registradas como Bombril, Danone, Gillete, Cotonete.. viraram o nome do próprio produto, o Walkman tornou-se a referencia para estes devices que permitiam ouvir música com um hand-sized

Por que chamo de inovação? Um conceito novo é uma inovação. Pegar um device existente, aperfeiçoa-lo ao extremo com design, bateria, processamento, sensores.. ainda é uma otimização e não uma revolução.. O que realmente aconteceu lá atrás, no Japão.

Depois de um pouco de refresco para nossas memórias, vamos mergulhar no Windows CE. E por que não falar agora no Windows Phone 7? Porque estes dois trabalham juntos.

Abaixo temos ano, core e nome do produto. Veja:

1994       CE 1.0    Windows CE 1.0

1997       CE 2.0    Windows CE 2.0

2000       CE 3.1    Pocket PC 2000

2002       CE 3.2    Pocket PC 2002

2003       CE 4.2    Windows Mobile 2003

2004       CE 4.2    Windows Mobile 2003 ME

2005       CE 5.0    Windows Mobile 5

2007       CE 5.2    Windows Mobile 6

Como você pode ver, o marketing impacta no nome do produto de acordo com a estratégia do momento. Já a parte técnica continua inabalável, o core da plataforma mobile da Microsoft, o Win CE, com todo este histórico torna-se ainda mais forte e melhor a cada versão.

Esta lista continua. Em 2008 foi lançado o CE 5.2 para Windows Mobile 6.1

Já em 2009 surgiu o grande e promissor produto, o Windows Phone 7. Conceitos novos de interface, experiência de usuário, games, aplicativos, marketplace, sensores, etc. Um conceito totalmente novo, e é justamente aí que enfrentamos um problema.

Ainda em 2009 o CE 5.2 estava vigente e por isso o novo Windows Phone 7 foi desenvolvido em cima deste core. A parte ruim é que o projeto fracassou. O core do OS não era apropriado para a proposta do novo produto.  Parte boa, o projeto nem chegou a sair do forno e voltou para a prancheta.

Há males que vêm para o bem não é mesmo? E foi exatamente isto que aconteceu.

Como o core vigente não era bom o suficiente mas por outro lado o produto e todos conceitos nele embutidos estavam totalmente claros, um novo Windows CE foi desenvolvido especialmente para o brilhante Windows Phone 7. Cada linha de código do novo core foi desenvolvido já com o produto final (lembra, core do OS é uma coisa, o produto é outra) com todos seus conceitos definidos.

Mais uma curiosidade, o CE 5.2 foi utilizado para o Windows Mobile 6.1 , a "tentativa" do Windows Phone 7 e também em mais um produto..

O projeto Windows Phone 7 de 2009 não chegou a ir para "o ponto de venda", mas havia a necessidade dos parceiros e fabricantes atuais comercializarem seus hardwares (resgatando o início do post, parceria software + hardware do mercado) e algo precisava ser feito pois a Microsoft não deixaria na mão todo seu ecossistema de fabricantes.

Por isso, ainda em 2009, o Window Phone 7 voltou para a prancheta, mas o Windows Mobile 6.5 foi lançado. Com melhorias comparando com seu antecessor mas ainda assim um produto modesto em relação a todo potencial que a Microsoft possui no quesito inovação.

Finalmente, em 2010, o Windows CE 6.0 estava pronto. Rodando em uma CPU de 1GHz, memoria de 8-16GB, Wi-Fi 802.11g, 3G, Accelerometro, Giroscopio, Bussula, radio FM, Camera 5-8 MP 720 e tudo mais que parceiros como LG, HTC, Samsung e outros colaboraram com o projeto. E em 2011, finalmente, a chegada da grande finlandesa NOKIA.

Escrevo este post em 2012, onde o Windows Phone 7 já recebeu sua primeira grande atualização, conhecida como Mango.

E já que o foco foi história e Win CE, veja mais uma curiosidade:

Sim, a Microsoft trabalhou no console Dreamcast em parceria com a SEGA e novamente o querido Windows CE foi o responsável por tornar o projeto possível.

Espero que este conteúdo possa ter enriquecido seu conhecimento referente a plataforma Windows Phone 7, estratégias de mercado, execução de projetos enterprise, e ajudado a refrescar sua memoria sobre  incríveis companhias como Sony, Apple, Microsoft e tantas outras citadas ou não neste post.

Ate mais.

Tags:

Follow the Discussion

Comments Closed

Comments have been closed since this content was published more than 30 days ago, but if you'd like to continue the conversation, please create a new thread in our Forums,
or Contact Us and let us know.