Entries:
Comments:
Posts:

Loading User Information from Channel 9

Something went wrong getting user information from Channel 9

Latest Achievement:

Loading User Information from MSDN

Something went wrong getting user information from MSDN

Visual Studio Achievements

Latest Achievement:

Loading Visual Studio Achievements

Something went wrong getting the Visual Studio Achievements

Banco de Dados

Banco de Dados

Renato Haddad

Microsoft Most Valuable Professional MVP, MCT, MCPD e MCTS

Tecnologias

Visual Studio .NET 2010, C#

 

Introdução

Neste artigo irei abordar um dos tópicos mais usados no desenvolvimento de softwares, que é o acesso a dados. Vou ilustrar o conceito de banco, entidades, relacionamento entre entidades e o famoso CRUD (Create, Read, Update e Delete), que para nós brasileiros é o criar, ler, atualizar e excluir dados.

Quando falamos em banco de dados pensamos num conjunto de informações armazenadas em algum repositório, de forma que se possam manipular tais informações. O mais conhecido da Microsoft é o SQL Server, e no artigo faremos acesso a ele.

Outro ponto importante de comentar é que o acesso a dados será feito usando o ADO.NET e suas classes, ou seja, será direto nas entidades, não irei usar nenhuma tecnologia de modelagem de objeto relacional, como por exemplo, o fantástico Entity Framework 4.

 

O que é um banco de dados?

Costumo definir que banco de dados é um repositório de informações organizadas. No SQL Server organizamos estas informações de forma relacional, permitindo fazer consultas envolvendo diversas entidades.

 

O que é uma entidade?

Entidade é o local onde as informações relacionadas a um conjunto são armazenadas. Por exemplo, se pensarmos em uma entidade de pessoas, teremos todas as informações sobre a pessoa como nome, e-mail, telefone, endereço, etc.

No entanto é comum ter diversas entidades no banco. Algumas aplicações grandes de ERP chegam a ter cerca de 600 entidades.

E como que uma entidade se relaciona a outra? Em primeiro lugar, sim, é possível relacionar diversas entidades entre si. Segundo, o tipo de relacionamento define a maneira que serão armazenados os dados. Temos os seguintes tipos:

 

- Um para Muitos – um registro na entidade A contém diversos registros na entidade B. Por exemplo, um cliente de vários pedidos, um clube tem diversos jogadores.

 

- Um para Um – um registro na entidade A contém apenas um registro na entidade B. Por exemplo, um cliente na entidade A contém as informações sobre aspectos comerciais na entidade B e também informações sobre informações de créditos na entidade C.

 

- Muitos para Muitos – o mesmo registro pode estar relacionado várias vezes nas entidades A e B. Por exemplo, uma mulher pode ter diversos homens, e um homem pode ter diversas mulheres.

 

Tipos de Campos

Todo banco de dados dispõe os tipos de campos para informações específicas. Isto tudo para facilitar o uso, acesso, conversões na programação, compartilhamento com outros bancos e aplicações. Veja alguns tipos de dados: string (texto), integer (inteiro), double (duplo), money (monetário), data (data), dateTime (data e hora), binário, image (imagem). Claro que cada tipo de banco de dados tem tipos diferentes, mas em linhas gerais estes são os mais comuns.

 

Ler Dados do Banco

Vamos aos códigos. Primeiramente utilizarei o banco de dados northwind, que é o mais conhecido no mundo, o qual você pode fazer download no link http://northwinddatabase.codeplex.com/  e instalar no SQL Server.

 

Na programação o primeiro passo definir a string de conexão, sendo necessário definir o Data Source (servidor), o Initial Catalog (nome do banco de dados), Integrated Security (segurança integrada), user id (usuário) e password (senha). Claro que cada string de conexão depende de onde está instalado e os dados podem ser diferentes.

Por exemplo, a linha a seguir representa a string de conexão na minha máquina, o qual MARTE é o nome da minha máquina (pode ser o número IP, . (ponto) ou localhost). O nome do banco é o Northwind e uso segurança integrada.

 

string conexao = "Data Source=MARTE;Initial Catalog=Northwind;Integrated Security=True";

 

Como usarei o SQL Server, é preciso declarar o namespace a ser usado que contém todos os métodos e propriedades da classe de acesso a dados. Portanto, o código a seguir deverá ser declarado na lista de using.

using System.Data.SqlClient;

 

 

Em seguida, no formulário da aplicação desktop, adicionei um botão e um gridView. O seguinte código irá ler todos os dados da tabela Produtcs (produtos) e mostrará no controle dataGridView1.

 

try

{

    string sql = "Select * From Products";

    using (SqlConnection conn = new SqlConnection(conexao))

    {

        conn.Open();

        DataTable dt = new DataTable();

 

        using (SqlCommand cmd = new SqlCommand(sql, conn))

        {

            SqlDataReader reader = cmd.ExecuteReader();

            dt.Load(reader);

            reader.Close();

        }

        conn.Close();

        dataGridView1.DataSource = dt;

    }

}

catch (Exception)

{

    MessageBox.Show("Ocorreu algum erro na leitura do banco");

}

 

Veja a explicação detalhada do código:

O try / catch controla se houve ou não o possíveis erros.

try

{

 

Esta é a instrução T-SQL (Transact SQL) para ler todos (*) os registros da entidade Products.

string sql = "Select * From Products";

 

Aqui é definido o objeto SqlConnection responsável em realizar a conexão com o banco de dados localizado na variável conexao. Em seguida é feita a abertura da conexão com o Open.

using (SqlConnection conn = new SqlConnection(conexao))

{

        conn.Open();

 

O objeto DataTable criará uma tabela na memória, mas será usado logo a seguir.

DataTable dt = new DataTable();

 

Agora é preciso executar a consulta no banco, ou seja, o SqlCommand é o comando que pega a instrução T-SQL definida na variável sql e executa na respectiva conexão definido no objeto conn.

using (SqlCommand cmd = new SqlCommand(sql, conn))

{

 

Uma vez executado o SqlCommand, o objeto SqlDataReader irá efetivamente carregar os dados definidos no comando cmd.

SqlDataReader reader = cmd.ExecuteReader();

 

Nesta hora usei o método Load do DataTable o qual lê o DataReader declarado em reader. É exatamente agora que os dados vão pra memória na tabela dt (DataTable).

dt.Load(reader);

 

Uma vez lidos os registros, os comandos Close fecham tanto o DataReader quanto a conexão.

reader.Close();

}

conn.Close();

 

Como os dados estão na memória e devem ser mostrados no objeto dataGridView1, usamos a propriedade DataSource e atribuímos o dt (DataTable). Pronto, os dados são mostrados ao usuário.

dataGridView1.DataSource = dt;

}

}

 

Caso ocorrem algum erro no caminho, é exibida a mensagem a seguir para o usuário.

catch (Exception)

{

    MessageBox.Show("Ocorreu algum erro na leitura do banco");

}

 

Veja o resultado da execução.

 

Agora vamos aprender como filtrar dados, neste caso o usuário irá digitar o valor do preço do produto e o código irá filtrar todos os produtos onde o preço for maior ou igual. Veja o código completo.

 

try

{

    string sql = "Select * from Products Where UnitPrice >= @preco";

    using (SqlConnection conn = new SqlConnection(conexao))

    {

        conn.Open();

        DataTable dt = new DataTable();

 

        using (SqlCommand cmd = new SqlCommand(sql, conn))

        {

            cmd.Parameters.AddWithValue("@preco",

                Convert.ToDecimal(textBox1.Text));

 

            SqlDataReader reader = cmd.ExecuteReader();

            dt.Load(reader);

            reader.Close();

        }

        conn.Close();

        dataGridView1.DataSource = dt;

    }

}

catch (Exception)

{

    MessageBox.Show("Ocorreu algum erro na leitura do banco");

}

 

Basicamente o código é igual ao anterior, exceto estas duas linhas. A instrução T-SQL seleciona todos os produtos onde (Where) o campo UnitPrice (preço) for >= (maior ou igual) ao @preco. O @preco significa que é um parâmetro, o qual está declarado na linha seguinte. A sintaxe informa que o comando cmd declara o parâmetro Parameters e adiciona o valor AddWithValue declarado no @preco contendo o valor digitado pelo usuário no controle textBox1. A propriedade Text lê o valor digitado.

 

string sql = "Select * from Products Where UnitPrice >= @preco";

cmd.Parameters.AddWithValue("@preco",

Convert.ToDecimal(textBox1.Text));

 

Veja o resultado com o filtro 60. Observe a coluna UnitPrice.

 

Atualizar Dados no Banco

Todo banco de dados pode disponibilizar registros para ser atualizado, isto é comum. Neste exemplo iremos atualizar o campo UnitsInStock (quantidade no estoque) igual ao valor que o usuário digitar. No entanto, quando se atualiza dados é importante destacar para qual registro será realizada a operação. Neste caso, a quantidade no estoque será atualizada somente para o produto onde o campo ProductID (código do produto) for igual ao código que o usuário digitar. Veja o código completo.

 

try

{

    string sql = "Update Products SET UnitsInStock=@qtde Where ProductID=@codigo";

 

    using (SqlConnection conn = new SqlConnection(conexao))

    {

        conn.Open();

 

        using (SqlCommand cmd = new SqlCommand(sql, conn))

        {

            cmd.Parameters.AddWithValue("@qtde",

                Convert.ToInt16(txtEstoque.Text));

 

            cmd.Parameters.AddWithValue("@codigo",

                Convert.ToInt16(txtID.Text));

 

            cmd.ExecuteNonQuery();

 

            MessageBox.Show("Estoque atualizado");

        }

        conn.Close();

    }

}

catch (Exception)

{

    MessageBox.Show("Ocorreu algum erro na atualização de dados");

}

 

Vamos a explicação detalhada das linhas que interessam, pois o restante é igual aos códigos vistos anteriormente. Veja a instrução T-SQL dizendo Update (Atualize) a tabela Products (Produtos) para o campo (SET UnitsInStock) igual ao parâmetro @qtde que é a quantidade que o usuário digitar. Como a atualização será feita somente para um produto o Where (onde) aplica o filtro com a condição ProductID (código do produto, este é um campo chave e único) for igual ao parâmetro @codigo cujo valor o usuário também irá digitar. Nestas instruções de atualização se você não declarar o filtro (Where) a execução se dará para todos os registros da entidade, então, preste atenção e aplique o filtro quando necessário.

 

string sql = "Update Products SET UnitsInStock=@qtde Where ProductID=@codigo";

 

Veja a declaração dos dois parâmetros que o usuário irá digitar as informações nas caixas de texto.

 

cmd.Parameters.AddWithValue("@qtde",

Convert.ToInt16(txtEstoque.Text));

 

cmd.Parameters.AddWithValue("@codigo",

      Convert.ToInt16(txtID.Text));

 

Esta linha executa a operação em si. Toda e qualquer operação que não seja de leitura, use o ExecuteNonQuery para efetivar o comando no banco.

 

cmd.ExecuteNonQuery();

 

 

A seguir vamos aprender como fazer inclusão de dados no banco de dados. Neste exemplo eu não criei uma interface de usuário para que ele digite as informações, apenas fixei os dados porque o foco é mostrar como incluir. O código completo está a seguir.

 

try

{

    string sql = "INSERT INTO Products (ProductName, UnitPrice, UnitsInStock, CategoryID) values (@nome, @preco, @estoque, @categoria)";

 

    using (SqlConnection conn = new SqlConnection(conexao))

    {

        conn.Open();

 

        using (SqlCommand cmd = new SqlCommand(sql, conn))

        {

            Random rnd = new Random();

            int numero = rnd.Next(200, 500);

 

            // valores do produto

            cmd.Parameters.AddWithValue("@nome", "Produto" + numero);

            cmd.Parameters.AddWithValue("@preco", numero);

            cmd.Parameters.AddWithValue("@estoque", numero);

            cmd.Parameters.AddWithValue("@categoria", 1);

 

            cmd.ExecuteNonQuery();

 

            MessageBox.Show("Produto cadastrado com sucesso");

            button1_Click(null, null);

        }

        conn.Close();

    }

}

catch (Exception)

{

    MessageBox.Show("Ocorreu algum erro no cadastro.");

}

 

Veja como é a instrução T-SQL para inclusão. Você deve declarar o INSERT INTO (inclua na tabela) Products (Produtos), seguido da lista de campos da entidade, values (valores) seguido da lista de parâmetros a serem declarados depois.

 

    string sql = "INSERT INTO Products (ProductName, UnitPrice, UnitsInStock, CategoryID) values (@nome, @preco, @estoque, @categoria)";

 

Aqui eu acabei usando um truque, um artificio para gerar um número aleatório que será usado como dado e exemplo. Este número aleatório será gerado entre 200 e 500.

 

Random rnd = new Random();

int numero = rnd.Next(200, 500);

 

A seguir são declarados todos os parâmetros para o nome, preço, estoque e categoria do produto novo. Note que usei o número aleatório gerado para servir como preço, estoque e também no nome do produto, o qual concatenei com a palavra Produto gerando por exemplo Produto234, Produto123, etc.

 

// valores do produto

cmd.Parameters.AddWithValue("@nome", "Produto" + numero);

cmd.Parameters.AddWithValue("@preco", numero);

cmd.Parameters.AddWithValue("@estoque", numero);

cmd.Parameters.AddWithValue("@categoria", 1);

 

cmd.ExecuteNonQuery();

 

 

Veja um exemplo de dois novos produtos cadastrados.

 

Sobre o Autor

Renato Haddad (rehaddad@msn.com  – www.renatohaddad.com ) é MVP, MCT, MCPD e MCTS, palestrante em eventos da Microsoft em diversos países, ministra treinamentos focados em produtividade com o VS.NET 2010, ASP.NET 4, Entity Framework, Reporting Services e Windows Phone. Visite o blog http://weblogs.asp.net/renatohaddad.

 

Tag:

Follow the Discussion

Remove this comment

Remove this thread

close

Comments Closed

Comments have been closed since this content was published more than 30 days ago, but if you'd like to continue the conversation, please create a new thread in our Forums,
or Contact Us and let us know.