Configurando o HTTPS no Azure Websites

Sign in to queue

Description

Configurando o HTTPS no Azure WebSites

 O HTTPS é uma camada de segurança sobre o HTTP que permite que a comunicação entre o cliente e o servidor seja criptografada e que a autenticidade do servidor e do cliente sejam verificadas. Ele utiliza certificados fornecidos por autoridades certificadoras (usados em ambiente de produção) ou certificados auto assinados (geralmente usados em ambientes de teste).

Por padrão qualquer site hospedado no Azure Web Sites é assinado com um certificado do próprio Azure. Também é possível, no plano básico ou padrão, assinar o site com um certificado especifico.

Para usar um certificado próprio no Azure Web Sites é necessário que o seu site esteja sob o plano básico ou padrão. É possível verificar qual o plano em uso na guia "Escala" da página do site no Portal de Gerenciamento do Azure:

Generic Episode Image

Na guia "Configurar", na seção "certificados" é possível carregar um certificado:

Generic Episode Image

Na modal aberta, aponte o arquivo de certificado (.pfx) e digite a senha do certificado:

Generic Episode Image

Na seção "associações ssl", é possível vincular um nome de domínio a um certificado previamente enviado. Você poderá definir se irá usar SNI (Server Name Indication) ou SSL baseado em IP.

O SSL baseado em IP é o método mais comum de associação de certificados a um servidor web. Ele mapeia um IP público dedicado ao nome de domínio. Para usá-lo é necessário que cada domínio tenha um endereço de IP dedicado.

O SNI permite que vários domínios tenham o mesmo endereço IP, cada um com seu próprio certificado. É suportados por navegadores moderno, mas navegadores mais antigos podem não suportar SNI.

Generic Episode Image

Clique no botão salvar para aplicar as configurações.

Generic Episode Image

Nota:

Se você selecionou SSL baseado em IP, um endereço IP virtual foi atribuído ao site. Este IP é exibido na guia "Painel", na seção "Visão Rápida":

Generic Episode Image

Usando as ferramentas fornecidas pelo registro de nomes de domínio, modifique o registro A de seu domínio para redirecionar para o endereço de IP virtual.

Após a realização destes passos, seu site está acessível através de HTTPS utilizando seu próprio certificado digital.

Tags:

Azure, Interop

The Discussion

Add Your 2 Cents