Blog Post

Web Platform Installer

Sign in to queue

Description

Desenvolvedores de forma geral não possuem o conhecimento agregado de recursos de infraestrutura para, por exemplo, instalar e configurar um ambiente IIS performático e com bons níveis de segurança além de outras características. O mesmo pode ocorrer ao instalar instâncias de bancos de dados, enfim, com todos os serviços que precisem ser "setados" nesse ambiente virtual recém entregue.

É justamente neste ponto da discussão que este texto pretende ser um objeto elucidativo, apresentando aspectos gerais do Web Platform Installer.

Web Platform Installer: visão geral

Web Platform Installer (ou simplesmente WebPI) é a solução proposta pela Microsoft para atender profissionais com a necessidade imposta pelo modelo apresentado acima.

O WebPI atua como um gerenciador de dependências. Para que essa ideia torne-se mais clara, consideremos o exemplo do WebMatrix (se você acompanha o site dedicado a desenvolvedores da Microsoft – MSDN, deve estar acostumado com esta ferramenta. Se você está sendo apresentado neste momento à ferramenta "WebMatrix", chamamos sua atenção para a próxima aula deste módulo pois, ela será objeto de estudo da mesma.

Quando um usuário deseja instalar o WebMatrix, este "baixa" um arquivo de aproximadamente 2 MB. Engana-se quem pensa que este pequeno executável é a IDE em sí. Na verdade, este arquivo recém baixado é o instalador do WebPI. Após sua instalação, esta ferramenta "varre" a máquina do usuário realizando um check list e, com base nos recursos necessários para que a aplicação funcione corretamente, ela relaciona todas as dependências para que esta funcione, efetua o download, as instala e configura. Tudo de forma automática, sem qualquer interferência do usuário final. É função do WebPI também, manter as ferramentas instaladas, devidamente atualizadas.

Algumas características do WebPI

A seguir apresentamos algumas características do WebPI que corroboram para seu sucesso e ampla adoção em diversos ambientes:

  1. Gratuíto: esta poderosa ferramenta pode ser utilizada sem qualquer custo adicional. É só baixar e instalar!
  2. Pequeno: o WebPI possui apenas 2 MB, ou seja, é leve o suficiente para ser executado mesmo em máquinas cujos recursos computacionais são escassos.
  3. Inteligente: o WebPI mantém todas as aplicações que estão sob sua gerência atualizadas de forma automática.

Além disso, o WebPI é composto por alguns pilares. São eles:

  • Internet Information Services: você pode instalar a versão mais atual do IIS sem se preocupar com informações de configuração de ambiente, etc.
  • Bancos de dados: instale a versão mais atual do sistema gerenciador de bancos de dados da Microsoft – O SQL Server.
  • Framework: instale a versão mais atual da .NET framework. Sem complicação!
  • Ferramentas: instale as principais ferramentas de desenvolvimento da Microsoft para desenvolvimento de aplicações.
  • Extras: instale a versão atual do PHP para IIS e seus módulos exigidos exigidos (FastCGI, WinCache, etc.).

Qual a relação do WebPI com Virtual Private Server?

Imagine o seguinte cenário: você comprou um servidor virtual privado com Windows Server 2008 R2. Se você leu o post onde apresento o conceito de VPS (este texto pode ser encontrado seguindo este link), deve estar lembrado de que, a empresa que vende o respectivo serviço, entrega o ambiente pronto, entretanto, as ferramentas e serviços adicionais necessários para que sua aplicação tenha o comportamento esperado, devem ser realizados pelo contratante, logo, você precisará preparar este ambiente para que as aplicações que você venha a criar tenham funcionamento ótimo.

Assim, a menos que você deseje (e tenha skill técnico para tal) preparar este ambiente de forma manual, você pode considerar a utilização do WebPI para endereçar a preparação deste ambiente. Com ele, você poderá instalar e configurar o Internet Information Services (inclusive para suportar nativamente PHP e MySQL), SQL Server, .NET framework, e muito mais.

Links recomendados

The Discussion

Add Your 2 Cents